O poder da sedução | Poder e Sedução

O poder da sedução

Era uma tarde fria de outono, caminhava no centro da cidade procurando por algum presente para o meu namorado. Conversei com uma amiga íntima e ela me disse que seria muito interessante comprar um presente que poderia deixar nossa relação mais apimentada. Confesso que já faz alguns meses que tenho pensado no tipo de coisa que agradaria a ele. Há um bom tempo que nosso namoro está estagnado e mal conversamos, estamos sempre na correria do dia a dia e mal o vejo. Fora as brigas que tivemos por causa de uma ex-namorada dele que apareceu e o deixou diferente.

Sempre fui muito tímida e não consigo pensar em qual tipo de presente seria ideal para apimentar nosso namoro, fiz algumas pesquisas na internet e fiquei muito interessada no universo do sex shop e me peguei imaginando nós dois juntos, utilizando algum gel de massagem que faz a pele esquentar, feito para deixar nossa química muito melhor.

Não consigo parar de pensar um minuto sequer em como isso pode ajudar a nossa relação que está tão desgastada, em como isso pode aumentar a minha autoestima e como vai fazer com que ele tenha vontade de me ter de novo. Por outro lado, minha timidez me deixa frustrada de não conseguir ir atrás de nenhuma sex shop para olhar de perto algum óleo de massagem, o gel de efeito que esquenta e esfria até conseguir conversar e ter algumas dicas com uma consultora de produtos eróticos sensuais.

Convido a minha amiga a ir comigo em alguma loja para eu me sentir mais segura e também para me dar dicas de como eu consigo ser mais criativa na hora do sexo. Ela aceita logo de início e marcamos de ir à véspera do aniversário dele, o que me deixa mais nervosa, porque eu teria menos tempo pra decidir outra coisa, caso não ficasse muito à vontade no sex shop.

Fomos até a loja Poder e Sedução e logo de cara eu adorei! Tinham muitas opções e eu logo me redescobri nesse mundo de possibilidades que eu poderia usar para salvar meu namoro!. Enquanto eu olhava as opções, mandei uma mensagem pra ele, avisando que ele teria o melhor presente de aniversário de todos, seguido de uma foto minha na loja, apenas para deixá-lo apreensivo e curioso com o que poderia vir de mim, com certeza seria algo inesperado. Tirei todas as minhas dúvidas sobre óleos de massagem e o gel que esquenta e esfria e fiquei encantada com todas as possibilidades que vislumbrava naquele momento!. A consultora me recomendou algumas lindas opções de lingeries, escolhi um lindo conjunto em renda e levei logo os dois géis de massagem. Eu estava muito ansiosa pra chegar a hora de poder encontrar ele, sentir o toque das mãos dele passando pelo meu corpo, sentir o beijo dele ficar mais quente com o gel aplicado no meu pescoço, eu estava muito excitada só de imaginar, mal via a hora de colocar em prática todo o plano pra nossa aventura.

Peguei algumas dicas com a minha amiga de como manter ele bem interessado nessa ideia de apimentar a relação. Mandei várias mensagens pra ele durante o resto da noite e pela primeira vez em muito tempo, senti que estávamos conectados novamente e todos os problemas que apareceram diante de nós estavam resolvidos.

Antes de dormir, definimos que ele viria em casa no fim da tarde para comemorarmos o aniversário dele e nos divertirmos um pouco. Mal consegui pegar no sono, eu não parava de pensar em como seria sentir a respiração dele, o toque e os beijos que tanto sentia falta nesses dias.

Acordo bem cedo e a primeira coisa que me vem na mente é na hora que vou encontrá-lo e pra minha surpresa, vejo uma mensagem dele no meu celular, dizendo que ele quer muito me ver e uma carinha piscando, indicando que ele não se esqueceu do meu presentinho que daria a ele nessa noite. O tempo era curtíssimo pra mim, ainda precisava ir à manicure e preparar o jantar pra mais tarde.

O nervosismo ficava cada vez maior no decorrer que o dia vai passando e já  tenho pouco tempo pra preparar tudo, quero que seja mágico, fantástico, maravilhoso pra nós dois. Preparo um macarrão à carbonara, com um vinho tinto seco e pequenos cubos de queijo como aperitivo e já sinto a minha autoestima lá no alto.

Tomo um banho bem demorado, coloco a lingerie provocante e um vestido bem fácil de tirar, afinal, ele tem que desembrulhar o presente. Ele chega na minha casa bem adiantado da hora que ele prometeu chegar, o que me faz pensar que ele esteja totalmente em minhas mãos esta noite.

Jantamos ao som de um jazz suave, conversamos sobre tudo, demos muitas risadas e tudo isso me fez lembrar o por que o amo tanto. Ele também estava bem à vontade diante de mim, me ajudou a levar a louça até a copa e quando eu menos esperava, me segurou pela cintura e me encostou na parede, me beijando como se fosse nosso primeiro beijo, passando a mão pelo meu corpo e sussurrando coisas bem provocantes no pé da minha orelha, me fazendo ter arrepios e me deixar bem mais excitada do que eu já estava. Falo pra ele para irmos ao quarto, que lá vai ser o presente pra ele e logo ele aceita o pedido e subimos as escadas aos beijos e com toques cada vez mais intensos, mostrando que estamos com muito desejo um do outro.

Chegamos ao quarto e deixo ele me empurrar até a cama e ficar por cima de mim, beijando meu pescoço e me deixando louca, com vontade de pedir pra ele tirar logo aquela roupa e sentir o corpo dele no meu. Logo ele se vira e deita, deixando- me tirar a camiseta nova que ele provavelmente comprou pra nossa ocasião; Vejo o abdômen definido dele e já fico arrepiada, passo minhas mãos e sinto ele se contorcendo de vontade de me ter, puxo o cinto da sua calça, abrindo o zíper e já consigo sentir o seu tesão em me ter ali, sua  espiração está bem forte e o toque dele na minha pele já é bem mais forte.

Há essa hora ele já está quase sem roupa e eu ainda estou vestida; Viro as minhas costas pra ele abrir o vestido e sinto as mãos dele passando delicadamente na minha pele, mostrando de relance a lingerie que estou usando, vermelha, com renda e uma transparência estratégica para deixá-lo com muito mais vontade.

Ele tira meu vestido e começa a beijar meu corpo,  os lábios dele se encaixam perfeitamente nas minhas curvas e posso sentir a língua dele encostando, me fazendo arrepiar. Eu pego o gel térmico e aplico no meu corpo e enquanto ele passa beijando, sinto um calor muito forte e ele percebeu que estou gostando e me joga novamente na cama. Vai beijando minhas pernas até chegar no meu quadril e tira minha calcinha bem devagar, me deixando totalmente a vontade de qualquer vergonha; Eu sinto uma timidez em mim, mas não posso me segurar, tenho que me soltar e solto um gemido alto, assim que ele começa a fazer um oral em mim. Fazia muito tempo e confesso que era o melhor oral de todos; Peço pra ele usar o gel térmico para deixar as coisas mais interessantes e pra minha surpresa, assim que ele usou, senti um gelo imenso que me contorci toda de prazer e pedia pra ele continuar e ele continuava, cada vez mais forte e cada vez mais gostoso.

Não consigo aguentar e logo sento na cama, preparando pra retribuir o oral maravilhoso que ele me fez. Pego o gel esquenta e esfria e começo a fazer o oral, sinto seu corpo contrair e ele geme de um jeito que me incentiva a continuar e ele passa as mãos nos meus cabelos, sugerindo comandar o ritmo e cada vez que ele tentava, ele sentia o efeito do gel e falava sussurrando como que eu fazia aquilo, que ele estava louco de vontade e se contraia cada vez mais até não se aguentar de vontade e me empurrou na cama, me beijou, tirou meu soutien e penetrou forte em mim, me fazendo sentir um tesão que jamais sentira na vida. Ele vinha forte, pressionando os quadris com os meus e me beijava, enquanto me sussurrava safadezas e me fazia repetir com ele enquanto vinha cada vez mais forte.

Mudamos a posição e decidi que eu iria por cima dele, apliquei mais um pouco do gel e senti a penetração vir bem mais quente, me deixando com muito mais vontade de continuar com ele ali, suas mãos fixas nas minhas coxas, nossa troca de olhares e o suor que fazia a gente sentir mais tesão. Senti ele cada vez mais forte e eu estava quase chegando ao orgasmo, senti um arrepio na espinha e
comecei a sentir meu corpo mole, estava gozando como nunca tinha na vida e ele sentiu e me tocou no pescoço, pressionando com muita força, me assustei no começo, mas eu adorei e me joguei em direção a ele, sentindo ele pressionar mais forte e gozamos juntos,senti meu corpo tremer, estava tendo um orgasmo maravilhoso e sem dúvidas foi o melhor sexo que fizemos.

Deitamos e junto com a troca de olhares, estávamos ofegantes e senti o corpo dele trêmulo, um sorriso bobo e toda a confiança e autoestima estavam de volta, ele me disse que eu estava linda e que pra ele foi o melhor sexo que tivera na vida, beijou-me e disse que me amava;

Eu nunca me senti tão bem comigo mesma, com meu namoro e tenho a certeza de que ele nem pode esperar qual a nova surpresa vou preparar pra ele em breve!