Mercado erótico: descubra porque este setor cresce a cada ano | Poder e Sedução

Atualmente, o mercado de produtos eróticos no Brasil fatura mais de R$ 1 bilhão por ano, além de gerar cerca de 125 mil empregos diretos para os brasileiros. Estas informações foram levantadas pela Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abeme).

Apesar de todo o crescimento e da renda total, o assunto “erótico” ainda é um tabu para grande parte dos brasileiros. Ainda de acordo com a associação, cerca de 50% da população adulta, nos Estados Unidos, enquanto aqui em terras brasileiras, o número não passa de 20%.

Além de lojas físicas, os sex shops também conseguem atingir uma grande fatia do mercado através das sacoleiras e e-commerce, que nos últimos anos se tornou a principal arma dos empreendedores para garantir o sigilo do consumidor.

Desta forma, sites e redes sociais são pontos estratégicos para divulgação dos produtos, aproximação com o cliente e aumento das vendas. Nesta escala, o número de revendedores autônomos, representando as sex shops, não para de crescer. Sem precisar investir em uma loja física, eles utilizam as redes sociais e o marketing de “boca a boca” para conquistar os clientes.

A expectativa do setor de produtos eróticos é que as vendas aumentem em 2018, além do número de revendedores e representantes de sex shops também tende a ser maior pelo fato, inclusive, da divulgação e melhora na comunicação na internet, tornando as informações mais claras e acessíveis aos interessados.